Tudo sobre = Gatos + Cães + Animalia + Perguntem

 

 

Quinta-feira, 13.05.10

Raças de Cães

Olá, hoje estou louco por cães, por isso decidi por aqui algumas raças de cães:

 

Pequinês:

 

O pequinês é uma antiga raça de cão miniatura, originária da China. É um cão pequeno, bem equilibrado e valente. O seu aspecto é leonino, é independente e capaz de defender-se. O peso do pequinês varia entre os 2 e 8 kg.

Eles eram os animais de estimação favoritos da corte imperial. Estes animais também eram chamados de cães Fu (ou Fu Lin) pelos chineses, que os reverenciaram representando-os em várias obras de arte. Eram considerados espíritos guardiães, visto que se assemelham ao mítico leão chinês.

 

 

Shih-Tzu:

 

O Shih-Tzu é uma raça de cães originária da China. O nome vem de "cão leão", porque esta variedade de raça foi cruzada para se parecer com um leão em miniatura. São parentes muito próximos do Lhasa Apso.Os shih-tzu tem expectativa de vida de 15 anos.

 

Exemplar da raça Shih-Tzu

 

Charles Spaniel:

 

O Cavalier King Charles Spaniel é uma pequena raça de cão considerada dócil e sorrateira, perfeita para ser um cão de companhia, principalmente por não se importar com o espaço da casa, diferentemente do Cocker Spaniel.


Cavalier King Charles Spaniel

 

Caniche ou Poodle:


Poodle ou Caniche é uma raça de cães de companhia e estimação. Em espanhol é chamado de perro de lana (literalmente "cão de lã").


Poodle branco tamanho gigante

Buldogue:


O buldogue (do inglês Bulldog, onde bull é "touro" e dog é "cão") era originalmente um cão de rinha usado em brigas com touros. É umaraça de cão de fila (molossóide) originário da Grã-Bretanha. Há vários tipos de buldogues: buldogue inglês, o buldogue francês oubouledogue, espanhol (este o mais robusto de todos, chegando a pesar até 50 kg), o bulldog americano e o bulldog campeiro (estes dois últimos não reconhecidos oficialmente, sendo o último uma raça brasileira).

Buldogue com um osso de pano

Papillon:


O Papillon (do francês palavra para borboleta , pronunciado:[papiyɔ] ), é um pequeno, simpático e elegante raça do cão do Spaniel do tipo. Uma das mais antigas do brinquedo Spaniels, que deriva seu nome da sua borboleta como aspecto característico da franja e cabelos compridos nas orelhas. A Papillon com orelhas queda é chamada de Phalène (francês para mariposa ). A cabeça é pequena, ligeiramente arredondado entre as orelhas com um stop bem definido. O focinho é um pouco curto, magro afilamento do nariz. O escuro, de tamanho médio, olhos redondos têm bordas pretas finas, muitas vezes estendendo na junção das pálpebras em direção as orelhas. As grandes orelhas pode ser ereto ou caído com as pontas arredondadas. Os dentes se encontram em uma mordedura em tesoura. A longa cauda é inserida alta realizadas sobre o corpo, e coberta com fina, cabelos longos. Quintos dedos podem ser removidos. O reto, longo, fino, revestimento interno tem babado extra no peito, orelhas, parte de trás do e da cauda. A pelagem é de cor branca com manchas de qualquer cor. A máscara de uma cor diferente do branco cobre as orelhas e os olhos de trás para a frente. É também chamado de Toy Spaniel Continental.



Cairn Terrier:


O Cairn Terrier é uma das mais antigas terrier raças , originárias da Scottish Highlands e reconhecido como um dos mais antigos da Escócia cães de trabalho . É usado para caça e burrowing entre os marcos. Embora a raça existia muito antes, o nome Cairn Terrier foi uma sugestão de compromisso após a raça foi originalmente trazido a mostra oficial no Reino Unido em 1909 sob o nome-haired Skye terriers Short. Este nome não era aceitável para o Kennel Club, devido à oposição de Skye Terrier de criadores, bem como o nome Cairn Terrier foi sugerida como uma alternativa. O Cairn Terrier rapidamente se tornou popular e permaneceu assim desde então. Eles são geralmente esquerda pawed. Cairn Terriers são ratters. Na Irlanda, que iria procurar a Cairns (montes de pedra grande) para ratos e outros roedores. Assim, se um é mantido como um animal de estimação da preensão de casa vai fazer o trabalho de um gato, especificamente capturar e matar ratos, coelhos e esquilos.

 



Maltês:


O Maltês é uma pequena raça de cães que não troca de pêlos. Segundo a Federação Cinológica Internacional & Confederação Brasileira de Cinofilia o nome "Maltês", ao contrário do que pensa a maioria, não significa que a raça é originária da ilha de Malta (pequeno país europeu). "Maltês", no entanto, é um adjetivo oriundo da palavra semítica "màlat" que quer dizer "seguro" ou "porto". Também é conhecido comoBichon Maltês.


Um maltês de pêlo bem tratado
Publicado por Bruno Moreira às 22:13 | link do post | comentar | ver comentários (3)

O Chat fugiu!

O chat deste blog fugiu porque não quer mais palavrões...

Por isso eu tirei o chat...

Espero que as pessoas que não fizeram palavrões compreendam, pois os que fizeram de certeza que compreendem...

Publicado por Bruno Moreira às 13:52 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Prémio

Olá! Queria agradecer à Dona do blog "Animalia" "http://maissobreanimais.blogs.sapo.pt/" por me ter dado um prémio fantástico; por ter respondido aos meus pedidos e por ter divulgado o meu blog!

 

Aqui fica o meu prémio:

 

 

Ah! Também decidi por aqui os meus pedidos:

 

A minha primeira dúvida é como treinar os cães/cadelas facilmente:

 

A melhor idade para começar a treinar um cão depois dos 12 meses de idade mas há quem diga que convém depois dos dois meses enfim, existem diversas opiniões sobre este assunto.

 

Cachorro com apport

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O mais importante num treino é ter muita paciência e não lhe bater ou ameaçar isso é a pior coisa que podemos fazer.

 

Lado:

"Lado" é o primeiro treino que deverá ensinar ao seu cão. Este comando é usado para manter o cão sempre do lado esquerdo do dono. Para iniciar o treino mantenha o cão do seu lado esquerdo e comece a caminhar. E diga "Lado" precedido do nome do cão (p.ex. "Boby Lado") e mantenha o cão sempre próximo da sua perna. Para facilitar o treino segure a trela com a mão direita na ponta e com a mão esquerda junto da coleira. Sempre que o cão sair da sua perna puxe firmamente a trela e repita o comando. As sessões de treino não devem demorar mais de quinze minutos. Nunca se esqueça de felicitar o seu cão sempre que ele fizer aquilo que pretende. Apenas avance para o próximo comando quando o cão tiver aprendido bem este.

 

Senta:

No final da aprendizagem do comando "lado" o cão deverá ficar espontaneamente sentado do lado esquerdo do dono olhando para a frente. Para começar a ensinar o comando "senta" caminhe com o cão ao seu lado. Depois pare, dê o comando "Senta" e coloque a sua mão esquerda na traseira do cão levando a sentar-se. Use a mão direita para manter a cabeça do cão levantada. Espere um momento, felicite-o e dê o comando "Lado". Repita desde o início até o cão ter aprendido correctamente e deixar de ser preciso pressionar com a mão esquerda. No limite, quando você parar, o cão sentar-se-á sem ser preciso dar qualquer comando "Senta".

 

Fica:

Como este comando pretende-se que o cão permaneça sentado até comando em contrário. Mantenha o animal sentado (com a treta). Dê o comando "Fica", posicione a mão esquerda à frente do focinho e dê um passo em frente. Repita firmemente o comando "Fica" precedido do nome no animal (p.ex. "Boby Fica"). Permaneça assim durante 10 segundos no máximo. Gradualmente, à medida que o cão se vai familiarizando com o comando, aumente o tempo de permanência do cão. Felicite sempre o seu cão pelos progressos na aprendizagem.

 

De Pé:
Comece igualmente a partir da posição de "Lado". Caminhe um pouco e abrande lentamente e dê o comando "De Pé" (p.ex. Boby De Pé). Não permita que o cão se sente colocando a sua mão direita junto da perna direita traseira do cão. Lembre-se que ensinou o seu cão a sentar-se imediatamente quando pára, portanto, seja persistente e impeça gentilmente que o cão se sente. Com a mistura deste dois comando o cão perceberá que ao para se deverá sentar a menos que lhe seja dado o comando "De Pé". Felicite sempre o seu cão pelos progressos na aprendizagem.

Aqui:
Este é um comando muito importante pois vai permitir soltá-lo sem perder o controlo. Comece com o cão do seu lado esquerdo. Dê o comando (p.ex. Boby Aqui) e puxe a trela obrigando o cão a posicionar-se de frente para si. Com a repetição deste comando poderá em breve fazê-lo sem trela chamando o cão até si. Felicite sempre o seu cão pelos progressos na aprendizagem.

 

Deita:
Para ensinar este comando começa da posição de sentado (do seu lado esquerdo). Ajoelhe-se e coloque o seu braço à volta do pescoço do animal, com a mão na perna direita dianteira. Dê o comando "Deita" precedido do nome do cão e conduza-o até à posição de deitado. Repita o comando (p.ex. Boby Deita) intensamente enquanto o cão se deita. Mantenha-o na posição desejada durante alguns segundos, depois dê o comando "Senta" e repita tudo de novo. Felicite sempre o seu cão pelos progressos na aprendizagem.

 

Buscar um brinquedo:
Comece por interessar o cão pelo objecto fazendo várias brincadeiras centrando a atenção do cão no objecto. Segure-o na boca do cão enquanto puxa, atire-o a uma distância curta. Brinque bastante até o animal se sentir sempre interessado pelo objecto e correr atrás dele e apanhá-lo. Normalmente, depois de apanhar o objecto é natural que o cão fuja com ele para brincar sozinho. É aqui que começa a parte principal do treino. Chame-o alegremente para junto de si e nunca corra atrás dele pois ele pode interpretar como uma nova brincadeira e arruinar-lhe o treino. Quando conseguir que este venha até si, felicite-o efusivamente e retire-lhe o objecto da boca. Se o cão não lhe der voluntariamente o objecto, não puxe, fale-lhe num tom tranquilo, abra cuidadosamente a boca e retire o objecto acompanhando com o comando "Dá". Felicite-o novamente. Repita várias vezes mas nunca cansando ao animal. Este treino só será eficaz enquanto o animal se sentir feliz e interessado.

Este são só os treinos mais básicos, eles estão pela ordem que devem ser ensinados. E nunca nos pudemos esqueçer: Com muita calma, paciência e nunca treinos de muito tempo pois isso irá cansar o animal e ele não se irá interessar pelos treinos. Também temos de ter em conta que há uns animais que conseguem ser treinados mais facilmente que outros devido á sua memória.

 

Agora o meu segundo pedido foi dicas de brinquedos para animais mais velhos:

 

Nós temos de ter em atenção que quando um animal envelhece ele perde a vontade de fazer certas coisas e uma delas é de brincar, por exemplo, eu tenho um cão com 10 anos e ele também brincava muito e saltava imenso quando era mais novo mas, agora não pois está a ficar velhinho e nem liga nada aos brinquedos, isso é normal, o mesmo acontece a nós, humanos. Os nossos avós quando eram novos gostavam de brincar á bola (feita com farrapos) mas agora não, até porque conseguem andar mal e assim.

Quanto aos brinquedos terás de optar por brinquedos fofos para não magoar as gengivas, pois estas ficam menos resistentes consoante o envelhecimento do animal. Mas se achas que a tua cadela não gosta mesmo de brinquedos, deixa-a estar. Ela é capaz de gostar mais de receber miminhos e de estar na sua cesta a dormir.

 

Muito obrigado "Animalia"!!!

Publicado por Bruno Moreira às 13:17 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Welcome

Bem-Vindo(a) ao blog Os Meus Animais. Este blog visa apoiar todos os animais, alertanto as pessoas para o perigo que todos correm, com a evolução do homem os animais têm vindo a ser maltratados, abusados e não merecem nada de mal, eles têm o direito à vida como todos nós, por isso não maltrates os animais, cuida deles como se fossem da tua familia, eles precisam de nós como nós precisamos deles. Obrigado.

Pesquisa

 

Maio 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts Recentes

Animais na TV

O NOSSO MUNDO [SIC]
Sábado - 11:55
Câmaras ocultas espreitam os hábitos mais privados dos animais...
Conheça melhor o mundo em que vivemos com os extraordinários documentários da National Geographic, Explorer, BBC e muitos outros.
BBC VIDA SELVAGEM [SIC]
Domingo - 11:45
Dos pólos gelados aos desertos escaldantes, das savanas africanas às florestas tropicais, das mais imponentes cordilheiras aos oceanos mais profundos, espécies dos mais variados meios e habitats são descobertas e estudadas pelos especialistas da BBC.
A RTP1 e RTP2 transmitem também documentários mas infelizmente não consegui encontrar a data certa destes programas, contudo na RTP1 costuma dar ao fim-de-semana, na RTP2 dá antes de jantar ou durante. Fiquem atentos.

Sites de Protecção

A União Zoófila foi fundada a 17 de Novembro de 1951. Tem como objectivo principal a defesa, protecção e tratamento de animais domésticos em risco.

A Liga Portuguesa dos Direitos do Animal é uma Associação de Utilidade pública, sem fins lucrativos, de Âmbito Nacional e foi fundada em 1981.

A Apasfa, entidade sem fins lucrativos e de Utilidade Pública conforme Lei 6.908 de 28/03/90, foi fundada em 21 de Abril de 1982, em São Paulo - SP, com o propósito de lutar pelos direitos dos animais através de projetos educativos.

National Geographic

Entra no site da National Geographic e descobre tudo sobre o nosso planeta e animais. Uma revista fantástica onde muitas coisas podemos descobrir.

Onde está ele?

 

Clica na imagem para completares o formulário e o blog

"Os meus Animais" vai ajudar-te a encontrar o teu Animal!

Por vezes o Formulário pode aparecer incorrectamente por isso actualize a página do Formulário!

Concurso

Arquivo

Afiliados

ENTRAR hudgens-vanessa

ENTRAR zac-efronfan

ENTRAR arca-animalis

ENTRAR ashley-vanessa

ENTRAR danielaruah-web

ENTRAR Cantinho dos Gatos

ENTRAR Famosos&Famosas - Mix

Status

Nome: Os Meus Animais
Administrador: Bruno Moreira
Design: Juliana Maia
Url: OsMeusAnimais.pt.vu
Hosted: Blogs Sapo
Total de Visitas: home page tracker
RSS